sexta-feira, fevereiro 08, 2008

Pai Branco

Abismo Branco
Que estais no Precipício,
Aterrorizado é o vosso vislumbre.
Venha a nós o Vosso cume,
Sejam feitas Novas aberturas
Assim na Serra como na Falaise du Barre.
As presas boas de cada via nos daí hoje.
Perdoai-nos as nossas azeradas
Assim como nós perdoamos a quem põe o pé na chapa
E não nos deixeis cair no chão
Mas livrai-nos do medo.
Amém.

2 Comments:

Blogger cc said...

Epá, isto está a adquirir contornos de ceita religiosa...

Meetings todos os fins-de-semana, total devoção à rocha (calcário, granito, quartzito... não importa qual!), sacrifício de muro para redenção de todos os blocos não encadeados, azeradas e argolinhas não atingidas; ter o Abismo como bíblia e o precipício como última morada... Só nos faltava mesmo a oração!

Estou abismada

12:10 da tarde  
Anonymous zeflecha said...

Boa pessoal. O meu nome é Nuno Gomes. Eu estou a dar aulas em Nisa e em Castelo de Vide e vou morar para um dos dois sitio.., (ainda n sei bem para qual). Também gosto muito de escalada mas n tenho companhia para tal. Será que poderíamos combinar umas trepas em conjunto? Há algum murro de treino ai na zona? Será que aceitam mais um discípulo?
Atentamente
Nuno Daniel Gomes
Fica aqui o meu mail: zeflecha_1@hotmail.com

8:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home