quarta-feira, janeiro 19, 2011

Tesourinhos do abismo II

Este fim de semana quando reviravamos o baú em busca de fotografias antigas para levar para um jantar jurássico encontramos...


Da esquerda para a direita, Pedrinho, Diana, Natália, Dora, Sérgio, Victor, atrás penso que será o Zé Luis e o Zé Filipe...1997 Picos da Europa, Ruta del Cares


Natália e Sérgio, 1997 Picos da Europa, ruta del Cares

Encontramos ainda uns álbuns de fotografia (analógica, Nikon F601) de uma das primeiras aventuras de corda simples. O primeiro post do abismo em 2004 é apenas texto.

http://abismobranco.blogspot.com/2004_10_01_archive.html

Deixamos agora algumas fotos das quais nos divertimos imenso a rever.




Taia e Sesa, estação superior do teleférico de Fuente Dé




El cablo


El cablo


Sesa no bivaque 12 em 2004


Taia no bivaque 12, em 2010


Sesa no início da via, “directa de los martinez”






Coitadinha da santinha


Acho que estava a sofrer, os pés de gato eram muito apertados e ainda tinha que destreprar até ao rapel, e sabia que quando os tirasse não os voltaria a calçar


Mais bem dispostinha...




Rapel


Estes hermanos salvaram-nos de fazer uma rapel mais artístico, eles estavam de corda simples e nós também... a corda deles estava um bocadinho degradada, mas para ensarilhas, ensarilhas e meio.


O refugio

5 Comments:

Blogger Nelson Cunha said...

E eu encontrei-te por lá, penso que foi mesmo nesse ano de 1997!

Nunca mais me esqueço!
Foi nessa actividade que vi o Naranju pela primeira e diz para mim mesmo que um dia iria lá cima!

Abraço

9:27 da tarde  
Blogger Daniela Teixeira said...

1997?
Estavam vocês a curtir as pedras e eu no Bairro Alto a virar copos, perfeitamente urbanita e sem me passar pela cabeça que um dia, também eu iria curtir essas pedras :))))
Muito bom :)

Daniela

10:16 da manhã  
Blogger teixas said...

E eu que estive lá no mesmo ano e na mesma via,mas ainda não nos conhecia-mos.
Andáva a comprar resvistas Desnivel na tabacaria em Portalgre e sem companhia para escalar pensava eu,a loja recebia 2 exemplares ,um era para mim e o outro durante 5 anos eu pensava sempre para quem seria,afinal era para o Sérgio,que eu so viria a conhecer uns 2 anos mais tarde.

5:51 da tarde  
Blogger Isabel said...

Muito bom!!! :) É sempre bom recordar estas pérolas!

11:25 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Em 1997 fui eu com um grupo de alunos do clube de Escalada da escolinha onde dava aulas, e fizemos a Nani, a directa de los Martinez e a Teogenes. Hoje já são homens feitos (tipo policias, militares, comerciantes). Só um se perdeu e voltamos ao Naranjo para a Cepeda, Pedos Gordos, Fiesta del Paca, Régil e Pidal (e mais umas aventuras).
Aquele abraço
João Animado

9:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home