quinta-feira, janeiro 24, 2008

Poios à muito muito tempo atrás

Era uma vez uns meninos amigos que já não se viam há muito tempo, mas eles gostavam muito uns dos outros, gostavam de brincar de chapa em chapa.

Certo dia combinaram encontrar-se em Poios para apertar juntos.





Mas havia um menino muito mau que batia nos meninos mais pequeninos que não encadeavam nada, até que um dia o pequeno Joni disse:

Joni- Eu vou encadear este 6b.
Bidente Zeza- Não tens hipóteses vou transformar aquele tridedo em um monodedo. plim...
Joni- Tu és mau, mas não importa, eu sou forte já faço 300 movimentos no muro.
Bidente Zeza- Se encadeares passa logo a ser um V+.
Joni- Por favor deixa-me me paz, deixa-me ter os meus projectos.
Bidente Zeza- Não podes escalar mais do que eu, eu estou muito malinho, estou doentinho do pézinho, voltarei para me vingar e encadear sem parar, uaaauaaaaahhhh..

Entretanto o joni encadeia o 6b e o malvado do bidente Zeza lança uma praga e
transforma estas duas meninas em monstros das bolachas e assim ficaram até hoje com a maldição.









A saga continua, eles vão apertar novamente juntos.

3 Comments:

Blogger sesa said...

Muaaauaaaaahhhh...

Todas as fragas e pedras que existe da Rocha da Pena até Torres Vedras. Toda a Mouraria passando pela Fenda e pela Guia, tudo isto será polido e decotado, se com a maldição granítica do norte não tiverem respeito nem cuidado.

Dr.Zeza (bidente)

3:39 da tarde  
Blogger teixas said...

O FEITICEIRO DE POIOS

Vivia o pequeno Joni numa pequena fazenda no alto Alentejo. Seu único amigo era o cãozinho Bis que, durante uma tempestade, desaparece. Procurando-o desesperadamente, o menino não entra no refúgio contra tempestades e esconde-se numa pequena casa que, levada por um tufão pelos ares, termina por arremessá-lo numa distante e desconhecida terra.
No meio da tempestade, Joni encontra seu animalzinho. Quando finalmente pousam, descobre que a casa caíra sobre um perigoso bruxo, matando-o. Surgem alguns homenzinhos que envergavam corsários, usavam todos eles barretes na cabeça, colchões as costas e que eram dominados por aquele malvado bruxo. Joni é aclamado como herói, por haver morto o bruxo do Norte.
Ansiando por voltar para casa, o menino recebe dos habitantes do estranho lugar a orientação de que deveria procurar a ajuda do feiticeiro de poios na Cidade das Argolas.
O caminho era o mais fácil - bastava seguir a longa estrada de tijolos amarelos, que cortava o país. Tem início então, a longa jornada através das terras Lusas. Usando um par de sapatinhos Fiveten que eram do Bruxo morto, Joni parte, com seu fiel Bis.
Ao parar para descansar, Joni encontra num grande mar de blocos um pobre espantalho, de franja cortada à tesourada, incapaz de assustar os pirus que povoam a área. Para sua surpresa, o boneco é capaz de falar, e revela que seu sonho era ter uns bons pés de gato para então produzir excelentes prestações na rocha ,libertando um odor menos intenso dos mesmos.
Libertando-o da estaca que o prendia, o garotinho convida-o para ir com ele e Bis até a cidade das Argolas. Lá, certamente, o poderoso mágico haveria de solucionar-lhes o problema. O espantalho passa a ser o novo amigo de Joni.
Seguindo juntos, encontram um homem todo feito de lata e enferrujado, segurando um piolet ,próximo a uma cabana: era o Homem de lata que um dia havia sido o escalador Sésa e, após um feitiço que lhe fora lançado por uma bruxa, acabara perdendo todos os membros em acidentes de escalada - tendo cada parte do corpo então sido substituída por outra feita em lata por um amigo.
Após lubrificarem as juntas enferrujadas do novo amigo, este segue junto aos três, pois tenciona obter do Mágico um 7a de verdade para si.
Na estrada são atacados por uma leoa. A imensa fera intenta amedrontar os viajantes, mas Joni acaba por descobrir que era uma farsa: a medrosa era ela. Junta-se, finalmente, a leoa dos cabelos fio de telefone à comitiva, a fim de pedir que o Mágico lhe desse a coragem que falta.
O grupo é bem recebido na cidade das Argolas. Lá o Mágico recebeu-os, sem contudo se mostrar directamente: a cada um deles apresenta se numa forma distinta. Exige, para que os atenda em cada pedido, que primeiro, se livrem do perigoso Bruxo do Oeste, sendo para isso necessário alcançarem uma corrente e 2 argolas no final da estrada dos tijolos amarelos,num sitio chamado “amarelinha voadora”.
Será que o Joni vai conseguir que se cumpram os desejos de todos os seus amigos?
To be continued

3:50 da tarde  
Blogger julio braga said...

Fonix...
Estou abismado...

5:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home