sexta-feira, agosto 04, 2006

Olea Pyrus


Natália apertar o pescoço à boneca.



de berbecas em punho







a coisa está a começar a ficar feia


a arma do crime

Olea Pyrus - designação botânica de Oliveira Pereira.

Em 06 de agosto de 1945, Hiroshima e o Mundo conheciam o poder da bomba atômica. 37 anos depois dos japoneses ouvirem o alarme indicando a aproximação de um avião inimigo. Ouve-se uma sirene no hospital e em vez do B-29, batizado de "Enola Gay", é a D. Ana conhecida como "Aninhas". Que em vez de lançar a "Little Boy", lança a Natália. A vida em vez da morte.
Esquecendo os horrores que convém recordar para não se repetir.

Parabéns à Natália que faz aninhos Domingo.

A prendinha surpresa que reservamos para ela foi aberta à "moda antiga"
de baixo para cima e de cima para baixo. De barbecas em punho, martelo à cinta, chave, chapas, parabolts, etc etc, resumindo - carregado até às orelhas. Comecei a escalar aquela virgindade com muito muito ambiente.
As 3 últimas chapas foram metidas de cima para baixo (a bateria secou[o que é uma boa desculpa para combater a "molesa"]).

A Olea Pyrus - deve ter praí 35 metros, está lá casta e pura para ser sacada numa alvorada breve.
Beijo para a sextogradista.

1 Comments:

Blogger chb said...

Parabéns Natália!!!

Agora só falta é apertar pela via acima...

Bjoka

1:26 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home